segunda-feira, 1 de abril de 2013

876 - Soneto mentiroso

Coisa de desocupado

Dia primeiro de Abril, dia da mentira.
Não conheço nada a ser mais cretino.
Fomentar o falso, ainda o pequenino,
O inocente é para quem o mal admira.

Brincadeira inocente? Ah, não delira!
Mentir é o que tem de mais cristalino
No mau-caratismo e o pior desatino
E mentir, até de mentirinha, não vira.

Quer brincadeira no primeiro de abril?
Seja sacado e crie uma que seja sutil,
Sem mentir, induzir ou tentar enganar.

E se não concorda com nada disso
Continue com esse belo desserviço
Ou arrume bastante roupa pra lavar.

Francisco Libânio,
01/04/13, 8:19 AM
Postar um comentário