quinta-feira, 25 de abril de 2013

987 - Soneto inapropriado

Sábado, no culto, vai fazer sucesso... Não, pera!

Falar de amor a um marinheiro
É pedir, rogar pra ser troçado
Acaso viu coração apaixonado
Em sujeito que é bodegueiro?

Falar chulice ou ser putanheiro
A um cura é ser excomungado,
Tomar penitência, ser apontado
E é pior que ser mexeriqueiro.

Oferece bacon para adventista,
Pregar um deus para um ateísta
E curtir essa onda de desacato

Não faz do sujeito o subversivo
Que ele crê ser, atuante e ativo,
Mas o impregna como um chato.

Francisco Libânio,
25/04/13, 12:25 PM
Postar um comentário