sexta-feira, 12 de abril de 2013

935 - Soneto macho

quem desdenha quer comprar...

Sujeito faz um puta cambalacho
Porque outra usa tal apetrecho,
Um brinco de mais gritante fecho,
Uma tatuagem ou um penacho

Que este não aquieta o facho.
E sai contando a todo trecho
O que conclui como desfecho
E esparrama pelo populacho:

É uma bicha cheia de capricho,
De frescura, cabelo de rabicho
Falo mesmo. Falo e debocho!

Pobre o que usa desse chucho
Enchendo de empáfia o bucho
Mas queria comer nesse cocho.

Francisco Libânio,
12/04/13, 7:00 PM
Postar um comentário