sábado, 20 de abril de 2013

970 - Soneto do verbo certo

Bocage mandaria à merda e continuaria arrasando!

Sonetar ou sonetear, qual o certo?
O velho Mattoso mui bem soneta
E o faz com tamanha e completa
Competência e sem algum aperto.

Já eu, que dele nem chego perto,
Soneteio, mas também, em dileta
Chance, já sonetei e, como poeta,
Deixo o neologismo verbal aberto.

Sonete ou soneteie, o que importa
É deixar a poesia viajar pela porta
E os sonetos infestarem o mundo.

De resto, fazer de verbos querela
Não evolui a poesia, mas faz dela
Troço todo certinho e vagabundo.

Francisco Libânio,
20/04/13, 7:22 PM
Postar um comentário