quinta-feira, 25 de abril de 2013

985 - Soneto com predisposição

O que ele escreveria agora?

Quem escreveu no meu lugar
Quando eu não estava vendo?
Fê-lo a me parodiar, entendo
Mas podia, ao menos, burilar

Meu estilo no torto e no vulgar.
Quis ser eu, mas não o sendo,
Meteu no seu soneto o adendo
“Como o Chico fosse sonetear”.

Não. O Chico, de pronto, dispensa
Adendos, rodapés e nem pensa
Soneto. Bem os deixa como são.

Então, ao meu imitador futuro,
Deixo-o esse conselho seguro
De como fazer minha imitação.

Francisco Libânio,
25/04/13, 9:35 AM
Postar um comentário