terça-feira, 9 de abril de 2013

920 - Soneto de rima que se acha

O bicho vai pegar. E a causa da briga deve ser séria.

Sempre que aparece um racha
Entre dois, ela termina a brecha
Para agressão e isso desfecha
A amizade que se perde a tacha

Que unia. Um o outro despacha!
Vá à merda! Te enfio uma flecha,
Te dou um tiro! Enche de pecha
O outro e, por pouco, a bolacha

Não come a cara. Um capricha,
Xinga o outro, não cai sua ficha.
Pode estar errado. Mas debocha.

O ofendido facinho desembucha
Contra o outro, solta-lhe a bucha.
Está certo. Mata a briga chocha!

Francisco Libânio,
09/04/13, 7:52 PM
Postar um comentário