segunda-feira, 29 de abril de 2013

Passar um dia ou dois contigo

Queria isso sempre...

Passar um ou dois dias contigo
E não passo ainda que prometa,
Ainda que sonhe e, como poeta,
Escreva e declare querer antigo.

Ter tua presença rápida comigo
Fazer uma breve hora a repleta
Existência e te olhar assim direta
E ternamente, achar meu abrigo

Em teu peito e a fonte incessante
Da tua boca me seria o bastante,
Mas não seria a missão cumprida.

Porque um ou dois, poucos dias
Me dariam, sim, muitas alegrias,
Mas felicidade só te tendo à vida.

Francisco Libânio,
29/04/13, 9:33 PM
Postar um comentário