segunda-feira, 15 de abril de 2013

949 - Soneto suspeito

Certeza que foram aqueles comunistas norte coreanos!

Se cada bomba que explodir,
E se toda ameaça for temida,
Para tudo! Bloqueie-se a vida
E deixe a velha paranoia fluir,

Forasteiro, espiona sem ouvir,
Saber quem é com a renhida
Investigação crua e desabrida
E liberdade de poder deduzir

Que se árabe ou muçulmano,
Do eixo do mal fará tal dano...
Prende o tal preventivamente!

E esquece que em Oklahoma,
Quem causou o grande coma
Nacional foi um ianque doente.

Francisco Libânio,
15/04/13, 8:19 PM
Postar um comentário