domingo, 21 de abril de 2013

Se da minha boca sair o mal

Queria que minha boca só te dissesse isso.

Se da minha boca sair o mal
E esse mal machucar fundo,
Não me devolva o profundo
Rancor ou me ofereça igual

Mal. Minha boca, se foi letal,
Em meu peito este oriundo
Amor que faz dar o mundo
A ti te quer bem, mas se tal

Peito te ama calado, a boca
Fala e ao falar pouco se toca
Do quanto e tanto é que vale

Tua pessoa. Que ela se cale,
Que meu peito em ti derrame
O amor e que muito eu te ame.

Francisco Libânio,
21/04/13, 12:03 PM
Postar um comentário