quinta-feira, 2 de maio de 2013

1001 - Soneto arabesco

Ia ser perfeito!

Minhas mil e uma noites eu queria
Ter, também, a minha Sherazade
A contar histórias bem à vontade
Me satisfazendo até o raiar do dia,

Ali Babá, Aladim, qualquer valia.
Importa a odalisca ter a bondade
E uma voz repleta de suavidade
Além do toque doce que acaricia

Meus cabelos. E, claro, deve ter
Pneuzinhos, corpinho a se perder,
Beleza moura só que reforçada.

As histórias são pra dar a pimenta
Antes de tirar toda a vestimenta
E me embrenhar nessa namorada,

Francisco Libânio,
29/04/13, 8:09 AM
Postar um comentário