terça-feira, 14 de maio de 2013

1006 - Soneto (quase) fiel (parodiando Vinicius)

O negócio é manjar das putarias!

De tudo ao meu amor serei atento
E a cada dia depois serei um tanto
A mais e mais decantarei o encanto
Que será só seu. Meu pensamento

Será seu outdoor e todo momento
Ao lado será único, valerá um canto
Como será meu também seu pranto
E me deixará feliz seu contentamento,

Mas vai que dada moça me procure
Dizendo que sem mim ela não vive
Ou que, mais que você, ela me ama...

Aí, amor, esqueço tudo o que tive
Pelo tempo em que durar tal chama
Ou pelo tempo que a canalhice dure.

Francisco Libânio,
30/04/13, 9:18 AM
Postar um comentário