quinta-feira, 23 de maio de 2013

1015 - Soneto tartarugado

Não, isso não é uma tartaruga...

Coisa estranha ter o dia da tartaruga...
Nada contra esse simpático bichinho
Que dá nome a jabuti em instantinho
E à gente lerda o apelido já conjuga,

Mas bicho ter dia? Isso parece fuga
Fácil pra ter homenagem, caminho
Reto e barato que nomeia padrinho
Ou, sei lá, alguém vê o dia e o aluga.

Seja como for, à tartaruga parabéns!
Curta o dia, seus vagarosos vaivéns
E seja feliz nessa longeva existência.

Aproveite e felicite também pelo dia,
O Barrichello, que, olha, aniversaria
Hoje. Deve ser só mera coincidência...

Francisco Libânio,
23/05/13, 2:11 PM
Postar um comentário