quinta-feira, 2 de maio de 2013

1004 - Soneto estrelado (parodiando Bilac)

Se não escuta, o problema é teu! Inspirado em Via Láctea XIII

Então você ouve estrelas? Certo!
Você tá louco! Diz com espanto
Você crendo-me ser um deserto
De bom-senso e, em desencanto,

Não zomba, tem pena. E adianto,
Que estou, como sempre, coberto
De lucidez e se eu, com encanto,
Ouço estrelas é que sou esperto

E você me pergunta, meu amigo,
Como que você vê nisso sentido?
Andou fumando o quê? E eu digo

Vá às porras e enfie as cancelas
No cu! Não precisa estar fodido,
Nem bêbado para ouvir estrelas.

Francisco Libânio,
29/04/13, 12:16 PM
Postar um comentário