sexta-feira, 3 de maio de 2013

1005 - Soneto de descaminho (parodiando Bilac)

Tchau, trouxa! Inspirada em Nel Mezzo del Camin

Cheguei. Chegaste. Vinhas fatigada
E triste, mas já sabias que eu vinha
E vieste. Sentias-te em algo errada,
Mas este ilícito muito bem a ti vinha.

Disseste-o. E assim, logo à entrada
Do quarto, o beijo, despi-la e, nuinha,
Beijar-te e transar contigo afobada,
Com medo e à luz te gelava a espinha

E te esquentava o corpo. À partida,
Disseste: Foi só isso e me esquece!
Segue cada qual consigo sua vida.

Pois, lembro dessa noite e me tremo.
Some a temerosa e a cruel aparece
Usando a maldade no nível extremo.

Francisco Libânio,
29/04/13, 5:57 PM
Postar um comentário