terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Poema de fuga 2

Tá pensando o quê?

A mulher que você chamou de puta
Não dava nem cobrava,
Tinha recato e, até certa trava,
Tinha até a mente impoluta.
A mulher que te pôs no pau
Não é puta, mas você foi mau
E você nem sequer imaginava,
Mas ela tem ouvido e escuta.

Francisco Libânio,
21/12/13, 11:20 PM
Postar um comentário