segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

1384 - Soneto aos conservadores

Quanto o capeta despossuir, vá cuidar da sua vida!

Pela moral e pelo bom costume,
Eles fazem da vida uma cruzada
E na vida alheia uma tal maçada
Com tanta lição e tanto queixume

Se falta argumento, sobre volume,
Se falta plateia, pegam emprestada
Numa marcha, num evento e nada
Os obstrui se querem falar estrume,

Porque melhor era o tempo antanho,
Sem viadagem ou hábito estranho,
Mulher querendo ser macho e, pior,

Independente! A vida atual os fere,
Mas mais que essa turba vocifere,
A coisa toca para frente esse andor.

Francisco Libânio,
26/12/13, 11:59 AM
Postar um comentário