sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

1374 - soneto aos curiosos afetivos

"Vamos ver no que vai dar" é o cacete!

Testar amores, ver se dá certo
Com alguém, na real, é esporte,
É deixar a libido ser mais forte
E pegar quem estiver por perto

Com um papo furado encoberto
Por interesse. É tentar sua sorte
Para convencer a ter o consorte
E aí não haverá um lado deserto

Na cama. Curiosidade como amor,
Poesia como arma de comedor
E promessa que vai até o gozo.

Testar amor e ver no que vai dar,
Vai dar dor de cabeça e um azar
Além de um romance desastroso.

Francisco Libânio,
23/12/13, 11:56 AM
Postar um comentário