segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

1392 - Soneto aos incompreendidos

Ah, se liga!

Não é que ninguém te entenda
Nem seja difícil assim entender.
O problema é mais que se crer
E mais que desmitificar a lenda,

Ainda que fato e você repreenda
Quem não acredite, faz-se mister
Ser mais que crível e convencer
Não com tese, fala e reprimenda,

Mas com atitude. Prega-se estilo,
Ideologia, mas na moita, no sigilo,
Ou não, a palavra não vale o fato.

E você quer ser entendido? Como?
Entre a teoria e a prática o pomo
Da dúvida sofre o total desacato.

Francisco Libânio,
29/12/13, 10:17 AM
Postar um comentário