segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

1314 - Soneto aos cheiradores de pó

Tanta coisa melhor...

Droga é uma fuga, sempre se diz
E uma dessas se chama cocaína,
Violenta, virulenta, que extermina,
Coisa pesada, não é pra aprendiz,

Mas não vou aqui bancar o juiz
Que vocifera e manda a buzina,
Quer se foder, detonar a bobina?
Mete pó pra dentro do seu nariz.

Da minha parte, eu muito lamento.
A liberdade de achar o tormento,
Não a condeno, mas desaprovo...

Ademais, para esses cheiradores,
Tanta coisa boa, comidas, flores,
A natureza e o melhor: livro novo!

Francisco Libânio,
21/11/13, 6:23 PM
Postar um comentário