terça-feira, 26 de março de 2013

849 - Soneto de amizade colorida

sabe onde vai terminar isso, né?

Saem e se divertem. Vem o desejo,
Saem de novo, pra conhecer melhor
Aquilo já conhecem. Trocam calor,
Carícias; esquenta e num lampejo

Rola um motel e, após, um gracejo.
Evitam algo mais comprometedor,
Mas se veem se o tesão for maior
Que o comprometimento. Eu vejo

No chove-não-molha, couro-de-pica
Uma amizade que máximo se estica
Até à cama e depois de gozar volta.

São amigos? Não o são nem a pau!
E namorados? Fossem, fariam mau
Papel, mas são o que a libido solta.

Francisco Libânio,
26/03/13, 7:25 PM
Postar um comentário