quinta-feira, 14 de março de 2013

808 - Soneto de secessão

O petróleo é de todos nós.

Sobre os tais royalties a discussão
Vai o absurdo e deflagra o egoísmo.
Quem produz petróleo quer abismo
Maior entre eles e o resto da União.

Mas, pombas, aqui é uma Federação
Ou não? Pratica-se o fino do cinismo,
Produtor argumenta com malabarismo
Sua razão em querer mais dim ou não.

Simplesmente é nosso e que se foda!
Produzimos, merecemos a porra toda
E a União vá à merda com os demais

Estados. Então, Estados produtores,
Sai a Petrobrás das bacias e arredores
E enfiem no cu seus queridos royalties.

Francisco Libânio,
14/03/13, 9:50 AM
Postar um comentário