terça-feira, 26 de março de 2013

848 - Soneto de final de programa

Um grande foda-se.

Acabou o BBB? Olha, que maravilha!
Quase três meses de programa a fio,
Programação fraca a encher o estio
E aí o tal reality show é que ladrilha

A programação, aproveita e encilha
Quem o assiste. E celebra o vazio
Humano, cheio de ardis e num cio
Sem fim. É aí quando mais brilha

Quem não brilharia em condições
Normais fossem exigidas aptidões
Além de bundas e peitos definidos.

Quem gosta, respeito, não critico
Mas acho o fim o sujeito ficar rico
Sem esforços ou méritos devidos.

Francisco Libânio,
26/03/13, 1:04 PM
Postar um comentário