sábado, 15 de março de 2014

Poema de fuga 13

Sempre a reviver.

Um poeta se suicida
A cada verso,
Em cada rima
Fica um pouco
Da sua vida
E em cada poesia
A ser lida
Sua vida infinita
Ressuscita.

Francisco Libânio,
02/01/14, 8:20 PM
Postar um comentário