terça-feira, 19 de novembro de 2013

1290 - Soneto bimedido

Todos iguais perante a Lei? Como assim?

Mas se valem dois pesos e medidas
E cada caso tem própria legislação,
Tudo bem. Seja assim e a admissão
De tais regras já serão introduzidas.

A Justiça tem as penas pré-definidas,
E para seus inimigos condenação.
Sendo assim é só trocar de facção
E o facínora terá por lei protegidas

A idoneidade e paz e se consuma,
Contra ele não dá porra nenhuma
Porque à mídia agrada seu partido,

Ele é poupado e vira o coitadinho
Para a elite e olvida o descaminho
E segue o roubo sem ser contido.

Francisco Libânio,
14/11/13, 9:56 PM
Postar um comentário