domingo, 3 de novembro de 2013

1259 - Soneto do dia dos vivos

Afinal, merecemos!

Dia dois de novembro é Finados,
Dia dos mortos e da homenagem
Para os que, já feita a passagem,
Nesse dia são muito lembrados.

Mas ido Finados e rememorados
Os entes queridos, vai a rodagem
Da vida nessa agradável viagem
Até termos as visitas nos feriados.

Enquanto não vem, segue normal
A vida e faz-se este dia por oficial,
O dia dos vivos, vale ele também,

Uma homenagem, um bom tributo.
Abre-se o sorriso, fecha-se o luto
Enquanto a tal da morte não vem.

Francisco Libânio,
03/11/13, 9:03 AM
Postar um comentário