sábado, 19 de abril de 2014

Poema de fuga 18

Não enche, Sociedade.

Dois homens se beijaram
Pra torpor da sociedade,
Que odiou, quis prender, matar,
Jogar na cara a verdade,
O certo o modo de se portar,
Plantar dessa raiva a baba,
Um na multidão se gaba
Da retidão de caráter,
Do pai de família que é,
Aproveitou, divulgou sua fé
Puxando ali vozes mil,
Mas um ou outro não o seguiu
Falou da fé de araque,
Falou da propaganda
Gritou nome de banda
Sociedade sofreu o baque
Extremando estupidez
E os homens lá
Se beijaram outra vez.

Francisco Libânio,
04/01/14, 2: 33 PM
Postar um comentário