domingo, 20 de abril de 2014

1617 - Soneto cheio de beijo

Seja como for, é a melhor coisa que tem.

O dia do beijo é um dia daqueles
Que quem beija não sabe sequer
O que um dia do beijo quer dizer,
Os beijos tem, então, o dia deles?

Pergunta, pensa rápido naqueles
Beijos que deu. Recordar é viver,
Pensa. Recorda o da sua mulher
No casamento e até do mais reles

Beijo dado menino, bobo, estreia,
Até aquele que mudou sua ideia
Sobre não dar em mais nenhuma.

O casado agora saboreia o seu
Beijo preferido. Já o solteiro deu,
Mais beijos. O cartel se avoluma.

Francisco Libânio,
13/04/14, 3:45 PM
Postar um comentário