quinta-feira, 17 de abril de 2014

1611 - Soneto desprazeroso

É feio, mas satisfaz.

Coma legumes, escove os dentes,
Evite gordura, ande, seja saudável,
Seja educado e tenha jeito tratável,
Ofereça cordialidade aos presentes.

Cultive só experiências producentes,
Mantenha qualquer relação estável,
Seja ordeiro e seja sempre confiável,
Fuja dos celerados e dos indecentes

Educação, abstinência, comedimento,
Honestidade, diplomacia, refinamento;
Por uma vida absolutamente perfeita...

Serei tudo isso ou tentarei, ao menos,
Se bem que ter esses valores plenos
Deixaria a felicidade em viver rarefeita.

Francisco Libânio,
11/04/14, 12:05 PM
Postar um comentário