segunda-feira, 7 de abril de 2014

1592 - Soneto do burro

Se você não tem opinião, você é muito homem!

E comparavam o burro
A um sem inteligência.
E achava a indecência
Isso doía qual um murro.

Deixa o bicho casmurro,
Pois veja a displicência.
O burro tem consciência,
Diz não seja com zurro,

Empacando e se, irritado,
Com um coice bem dado.
Burro tem a forte opinião.

Não se sujeita ou se dobra.
A inteligência nele soçobra,
Pois sabe dizer sim e não.

Francisco Libânio,
05/04/14, 9:25 AM
Postar um comentário