sexta-feira, 18 de abril de 2014

1613 - Sonet que viu a graça errada

Sim, eu te achei linda. Sem gozação!

Sim, o poeta gosta de massa,
Mulheres com certo sobrepeso.
Das piadas saio forte e ileso
Deixe, pois, que o povo as faça.

O problema maior que se passa
É quando o espírito fica preso
Aguardando o chiste e é teso
Esperando que outro veja graça

Não na beleza, no charme em si,
Mas na gordura, a graça que ri
E não a que seduz. As beldades

Que já perdi pela desconfiança
Delas quanto ao tema balança
Fez de troça algumas verdades.

Francisco Libânio,
12/04/14, 9:30 AM
Postar um comentário