quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

1501 - soneto do leão

quem é contra meu reinado aí?

O leão, rei da selva e dos animais,
Juba por coroa, vez foi interpelado
Por certo grupo um tanto revoltado
Entre tantos bichos que tem, quais

O tornaram rei. O grupo pediu cabais
Provas e queria auditar o resultado,
Pois se o leão foi, assim, aclamado,
Os tempos eram outros e não mais

Cabiam aclamações feitas à revelia
Do povo. Até mesmo a monarquia
Pedia densa e refletida discussão.

O rei acedeu, pediu uma embaixada
Entre eles, plenária e hora marcada
Na qual ele fez uma ótima refeição.

Francisco Libânio,
16/02/14, 9:34 AM
Postar um comentário