quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

1487 - Soneto com letra a mais

Desculpa, amor, hoje não vai rolar.

Digo que estou muito tenso
E escrevo sobre tal tensão,
O leitor, dislexia ou gozação,
Fala sobre o prazer imenso,

Esse lance sexual e é denso
Em sua tese. Fez confusão,
Tirou uma letra e teve tesão
E seu discurso eu dispenso.

Tenho desejo e trato a libido
Como merece, mas, abatido,
Nada sobe e não tem musa

Negra e gordinha que dê jeito.
Há uma dor dentro do peito
E assim, até deusa ele recusa.

Francisco Libânio,
10/02/14, 10:28 AM
Postar um comentário