domingo, 9 de fevereiro de 2014

1477 - Soneto com medo de escrever

Um vai vencer.

Sento-me para mais um soneto,
Na verdade, duelo a valer a vida.
O soneto dá a primeira investida
Um golpe certeiro com quarteto.

Acerta, mas assimilo e lhe meto
Outro quarteto. Guarda distraída,
Acerto também. A ideia atingida,
No entanto, em muito eu excreto

Inspirações. Um terceto me pega
E é esse golpe que me sossega.
Faço dele trampolim para a vitória.

Mando à merda o soneto. Tema?
Ele mesmo e esse seu problema
Em não contar com ideia aleatória.

Francisco Libânio,
05/02/14, 6:35 PM
Postar um comentário