quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

752 - Soneto avalentinado

O cara pregava o amor. Basta.

São Valentino ou dia dos namorados?
É um feriado estrangeiro ou dia santo?
Eu não sei nem me importo. Portanto
Deixo ao dia os motivos bem azados

Aos que quiserem tê-los comemorados.
Celebrar da amizade seu bom encanto
E do amor sua divindade e seu acalanto
Presenteando seu amor e os chegados

Não pede dia santo nem data especial,
Pode ser todo dia, mas onde está o mal
Em escolher um dia para esse carinho?

Ah, é coisa de gringo, vício de estranja!
Pode ser, mas pensa só que bela canja
Para louvar um santo e um amigo seu.

São Valentino, teu dia não me incomoda,
Teu significado transcende a mera moda
E agrada o crente, o amigo e este ateu.

Francisco Libânio,
14/02/13, 5:32 PM
Postar um comentário