sábado, 9 de fevereiro de 2013

743 - Soneto do sábado de carnaval

Paradinho vendo as gostosas passando sem fazer nada... Tão eu.

Quando a folia começa oficialmente,
Duro é saber por onde se começa.
Qual mulher pego primeiro? Essa?
Aquela? A mascarada? A sorridente?

Beber, eu bebo o que vier pela frente,
Há muito para vir antes que amanheça,
Vou me esbaldar e vou curtir à beça,
Vou passar o rodo e vou sair contente,

Tipo o cara de sertanejo universitário
Em pleno carnaval. O bloco é cenário
E o sábado é o começo da festança.

Foda é que a manhã tá chegando aí
E eu tô igual a escultura da Sapucaí,
Só vendo a pegação nessa pujança!

Francisco Libânio,
09/02/13, 7:59 PM
Postar um comentário