segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

1427 - Soneto com muito recato

Olha o que você está falando!

Ser comedido com o que diz
Ou é educação, e isso é bom
Ou toca algo que, fora do tom,
Soa já fica na mira dos fuzis

Moralizantes, vira o chamariz
Dos que podem até o som
Da respiração e tem o dom
De não saber como ser feliz.

Nesse caso, o comedimento
É censura, é vil instrumento
Para calar. Toma-se cuidado

Ou a patrulha dos malas autua.
Por isso o soneto finda e atua
Calando o poeta desbocado.

Francisco Libânio,
13/01/14, 12:16 PM
Postar um comentário