quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

1413 - Soneto das janelas

Muito mais que isso!

Uma porta para o mundo,
Um respiro numa prisão,
Um quadro vivo à visão,
Um pensamento profundo...

Nessa janela eu abundo
Em pensamento, intenção,
Nesse espaço a televisão
Em que procuro no fundo

Um soneto para meu dia,
Mas tudo aqui é poesia,
A janela é bem inspiradora.

E se isso é só uma janela,
E ela é parte de uma cela,
Imagina o mundo lá fora!

Francisco Libânio,
07/01/14, 6:07 PM 
Postar um comentário