sábado, 31 de agosto de 2013

1219 - Soneto sob influência de Gonzaguinha

De pai pra filho

Quando o cara vem com pedigree,
Dificilmente foge, difícil degenera.
Gonzaguinha fugiu ao que espera
Outro forrozeiro, mas então o guri

Resolveu ser sambista, sair por aí
Protestando de peito aberto a fera
Militar da época e ter junto a galera,
Menos o pai, que de nada disso ri,

O velho Gonzagão, ex-combatente,
Toma por subversivo e insurgente
A cria, mas a música, é sensacional,

Qualidade pai e filho têm, o estilo
Difere, mas isso se dobra tranquilo
E para a música isso não é um mal.

Francisco Libânio,
31/08/13, 5:25 PM
Postar um comentário