sexta-feira, 23 de agosto de 2013

1204 - Soneto sob influência de Gil

E de repente a Bahia soltou uma fera atrás da outra.

E como Caetano, sendo tão doce
E tão bárbaro, a pôr num passeio
No parque coisas mil no esteio
Que nada há que sequer esboce

Parecido. O moderno fez posse,
O festival foi um excelente meio
Para surgir o esse baiano cheio
De bossa. Que a massa endosse

Essa mistura de reggae e baião;
A MPB, que agradecia por João,
Outra razão agradecia à Bahia.

Eis Gil, Caetano, Bethânia, Gal
A ter com Raul o time sem igual
Baiano com talento em demasia.

Francisco Libânio,
23/08/13, 12:30 PM
Postar um comentário