segunda-feira, 26 de agosto de 2013

1212 - Soneto sob influência de Belchior

Belchior, uma grande fera.

Dizem que ele é o filósofo-cantor,
Que punha a coisa existencialista,
Uma reflexão totalmente intimista,
Homem, o que vive ao seu redor.

Esse é o genial e grande Belchior.
Sempre parodiado por humorista,
Mas de sempre um grande letrista
Que merecia fama e renome maior.

Uma pena. Hoje é motivo de troça
Do humor, mas ainda a aeromoça
Fica sexy mais bonita, não se grita,

E mais que nunca se compreende
Esse toque I wanna hold your hand
Segundo diz minha música favorita.

Francisco Libânio,
26/08/13, 7:28 PM
Postar um comentário