sábado, 3 de agosto de 2013

1161 - Soneto oportunamente renomeado

E ladrões são os do tal mensalão... Esses participam de cartel.

Um rouba e o outro rouba mais
Deixando o primeiro com inveja.
Mas o segundo vem e apedreja
O primeiro com diversos avais.

Um é corrupto, corrupto demais!
O segundo de bom ardil maneja
Apoio da justiça e até da Igreja,
Assim o primeiro sofre os tais

Julgamentos mais impiedosos,
Sumários e se safam poderosos
Que roubaram de boa, protegidos

Só que uma hora esse jogo vira
E fica cartel. Corrupção se retira,
Fica feio esse nome aos bandidos.

Francisco Libânio,
03/08/13, 5:45 PM
Postar um comentário