terça-feira, 30 de julho de 2013

1152 - Soneto popularesco

Atrair o povo nem sempre é populismo. Quase sempre é competência.

Me surpreende ver que o popular
É chamado pelos seus detratores
De populista. Como se melhores
Fossem do que se põem a criticar.

Se o Lula é sucesso junto ao mar
De gente ou os odiados cantores
De funk levam pau dos sabedores
De tudo, populismo, coisa vulgar...

Só que esses que dão um cacete,
A eles tenho um singelo lembrete
E um conselho bom de se seguir.

Se não querem o dito populismo,
Superem-no. Mas sem fanatismo,
Façam melhor e o povo está a vir.

Francisco Libânio,
30/07/13, 9:40 AM
Postar um comentário