quarta-feira, 3 de julho de 2013

1099 - Soneto exótico ao ponto

Coelho ensopado. Vai?

Almoço de hoje foi coelho
E domingo teremos jacaré,
Veado, paca, rã e onça até.
Carnes e tons de vermelho

Vários, mas fica o conselho.
É carne, e exótica até que é,
Mas se já as comia o aimoré,
O tupi, com eles fico parelho

E sigo a dica. É novo o sabor
Sem ser melhor sem ser pior
Que uma picanha ou um pernil.

É carne e, carnívoro assumido,
Todo pedaço será o preferido
E o exotismo é só nome, ardil.

Francisco Libânio,
03/07/13, 6:06 PM
Postar um comentário