sábado, 13 de julho de 2013

1124 - Soneto indie

Musicalmente passa, mas precisa ser cafona assim?

Com o silêncio atual dos metais
E a falta de bandas de esporro,
O jeito é procurar algum socorro
Em bandas algo menos guturais.

Não há riffs nem solos animais,
Há vestuário estranho. Recorro
Ao som agradável, mas corro
De quaisquer contatos visuais.

Na falta do tal rock de verdade,
Pra matar um pouco da vontade,
Os indies até quebram um galho.

Talvez por não ser adolescente,
O estilo agrada, mas sou ciente:
Indie só deslumbra um pirralho.

Francisco Libânio,
13/07/13, 7:26 PM
Postar um comentário