terça-feira, 16 de julho de 2013

1131 - Soneto amoroso-retomado

Um cristal fica bonito de outra forma. Um casal também.

Quando se reata um relacionamento,
Seja uma amizade, seja um namoro.
Refaz-se o riso após vazar o choro
E crê-se num outro e novo momento.

A esperança é bonita, entendimento,
Se recíproco, vem após o bom foro
Do casal. O amor é rejurado em coro,
Reata namoro, revive-se casamento,

Mas é a tal coisa do cristal quebrado
Que não brilha como no outro estado
Vira mero vidro e não mais um cristal.

É verdade, em reatamento não creio,
Mas colado, ao invés de um vidro feio,
Por que não se faz da peça um vitral?

Francisco Libânio,
16/07/13, 12:51 PM
Postar um comentário