terça-feira, 2 de julho de 2013

1097 - Soneto ri-bombado

Não, isso não te faz bem.

Nada contra quem curta ferro
De academia, suas repetições,
Supino a rodo, pagar flexões,
Vezes, até eu me desemperro

E arranco o sedentarismo erro
Tentando me dar certas lições
De saúde, mas exacerbações,
Se aparecem, logo já encerro.

Exercício é saúde. Por estética,
Pela aparência apenas atlética,
Dispenso. Prefiro a gordurinha

Não exagerada, mas satisfeita
Após a deliciosa refeição feita,
A uma barriga infeliz de durinha.

Francisco Libânio,
02/07/13, 12:51 PM
Postar um comentário