segunda-feira, 10 de junho de 2013

1053 - Soneto optado

Desculpa, meu amor, fica pra próxima.

Entre a mulher gostosa e fenomenal
Com peitos deliciosos e desejados
E aquela que inspira maus-olhados
E comparada à fantasia de carnaval;

Entre a modelo que é desejo sexual
E aparece só para deixar excitados
Os homens que detonam malvados
A outra, que é o contraponto da tal

Modelo e essa a quem se esculacha,
Qual escolho? Eu dou uma bolacha
À musa cheia de fãs e pretendentes

E à outra, que é um amor de pessoa
E beija bem dou banquete e a coroa
Às qualidades bem mais eloquentes.

Francisco Libânio,
10/06/13, 12:47 PM
Postar um comentário