sábado, 1 de junho de 2013

1035 - Soneto do frango de padaria

Um manjar!

Pode ser que a saúde prejudique,
Pode ser gorduroso e duvidoso.
De onde veio? Muito gorduroso!
Qual é a granja, me especifique!

A visão do bicho talvez bestifique,
Na mesa, douradinho e apetitoso,
Vem pra preencher com tal gozo
O estômago. Ele que se dedique

Mais o fígado a cuidar do destroço
Desse não recomendado almoço.
Pra mim ficam o prazer e a alegria

De encher o bucho com jeito rude
E pondo em risco minha boa saúde
Detonando um frango de padaria.

Francisco Libânio,
01/06/13, 2:28 PM
Postar um comentário