quinta-feira, 6 de junho de 2013

1045 - Soneto amarrado

O Capeta não tem mais o que fazer, né? Só entrar em crente.

Aí vejo esses cultos evangélicos,
Não os sérios, mas esses teatrais
De discursos inflamados demais
Com jogos lógicos maquiavélicos

E argumentos tão além de bélicos
Que acendem sentimentos mortais
Em seus fiéis. E se em eventuais
Cultos solta-se dizeres babélicos,

É quando o pastor vai à loucura.
Viu o Diabo e tem na mão a cura
Pra ele saia do corpo que atenta.

Ele xinga o Capeta que o desafia,
Mas logo o Bicho sai e sua avaria
Maior é fazer rir. Ninguém aguenta.

Francisco Libânio,
06/06/13, 6:15 PM
Postar um comentário