segunda-feira, 25 de junho de 2012

0259 - Soneto do goleiro herói


Jogava esquecido, segunda divisão,
No país, ninguém sabia seu nome,
E, por não haver outro de renome,
Fez o técnico chamá-lo à Seleção

Caramba, quem é esse? É zoação?
Pergunta o torcedor que some
Ao ver a lista na TV. Consome
Toda torcida a faminta resignação

Mas acontece. O titular se lesiona,
Vem o anônimo, a vaia se entona
E não é que o reserva fecha o gol?

Virou herói, presidente o recebeu,
O povo o aplaudiu, se arrependeu,
E na segundona ele se aposentou.

Francisco Libânio,
25/06/12, 11:16 AM
Postar um comentário